Dor Lombar requer tratamento especializado

A dor lombar aguda é democrática: acomete desde adultos jovens até adultos mais velhos e ambos os sexos. Normalmente causada por movimentos errados, como abaixar de maneira incorreta para pegar um bebê num carrinho ou dormir de mau jeito, ela limita as atividades do dia a dia e impede ações simples do cotidiano.

De acordo com o neurocirurgião especialista em coluna dr. Alexandre Reis Elias é necessário procurar um médico especializado sempre que algum sintoma surgir e não se automedicar, pois o processo de dor lombar aguda pode durar de poucos dias até a algumas semanas. Mas, com o uso de medicamentos devidamente orientados, como os analgésicos simples e anti-inflamatórios, o desconforto é amenizado e a recuperação acelerada.

“A orientação correta ao paciente é fundamental, pois a dor pode persistir por várias semanas, o que é normal, mas ele precisa estar ciente para evitar preocupações ou mudanças de conduta no tratamento”, destaca Alexandre Elias.

Segundo o especialista, o paciente diagnosticado com dor lombar aguda deve evitar o repouso prolongado e, à medida que o tratamento for evoluindo, seguir com as atividades normais progressivamente.

Na grande maioria dos casos, a dor lombar aguda é um quadro benigno, porém, em casos raros, pode ser o sintoma de uma doença mais grave como tumor, infecção da coluna ou trauma. Nestes casos, são indicados tratamentos específicos que visam tratar diretamente a patologia diagnosticada.

} ?>