Dia da Mulher: Dos hormônios ao salto alto, os cuidados que elas precisam ter com a coluna vertebral

No próximo 8 de Março é celebrado o Dia Internacional da Mulher, data em que homenagens não faltarão àquelas que lutaram para conquistar seus direitos perante a sociedade. Sejam elas mães, empresárias, donas de casa, as mulheres exercem diversas atividades ao mesmo tempo, muitas vezes sobrecarregando sua saúde, especialmente a da coluna.  Além de apresentar uma estrutura física mais delicada que o homem, a mulher também sofre interferências hormonais durante várias fases da vida que somam aos efeitos de sobrecarga à coluna.

Além de todos os cuidados com a família, vida profissional e pessoal, a mulher precisa ter atenção especial em duas fases da sua vida, sendo a primeira durante a gestação e a segunda quando ela ingressa na menopausa.

Quando grávida, a mulher apresenta mudanças importantes em seu organismo e sua estrutura óssea se torna mais maleável para atender a necessidade de abrigo do feto em crescimento. Este processo, somado ao aumento de peso, da barriga e do corpo como um todo, costuma gerar dores lombares, algumas delas até incapacitantes.

Para evitar tais dores, é recomendado que a mulher não ganhe peso em excesso e faça atividades de reeducação e fortalecimento postural durante a gestação, sempre em alinhamento com o seu obstetra.

Já na fase da menopausa, o maior problema está na desmineralização dos ossos, que acarreta com certa frequência na osteoporose. Esta degeneração dos ossos predispõe a fraturas, que infelizmente são as manifestações clínicas mais frequentes desta doença, que é tratada com medicamentos e atividades para fortalecimento da musculatura.

Importante alertar, por último, para um mau hábito presente em quase todas as faixas etárias e que prejudica de forma importante a coluna, que é o salto alto. Usado com muita frequência e especialmente com altura muito alta, o salto interfere no equilíbrio, postura e sustentação correta da coluna, ocasionando dores na região lombar e desenvolvimento e ou agravamento de hérnia de disco e escoliose.

Confira a seguir dicas simples que separei e que ajudam na prevenção de problemas lombares:

Ao carregar a mala do laptop, bolsas ou sacolas: Divida as sacolas ou as malas entre as duas mãos, evitando sobrecarga em apenas um lado do corpo e as dores provocadas pela má postura. Durante viagens, dê preferência para malas de rodinhas.

Posição de trabalho no escritório: Independente da área de trabalho, a modernidade faz com que fiquemos horas em frente ao computador durante o expediente e, muitas vezes, numa posição que gera desconforto e problemas à nossa coluna. Para evitar tais complicações, é aconselhável dar preferência para cadeiras de encosto reto (não reclinável), de forma que a coluna vertebral seja completa e confortavelmente apoiada. Os joelhos devem estar em 90º e os pés apoiados no chão. Outra dica é observar o teclado, que deve estar na mesma altura dos cotovelos, bem como os braços, que devem permanecer apoiados na mesa. Para o monitor, deixe-o em torno de 20 graus na posição mais confortável para o pescoço e distância de cerca de 40 cm dos olhos.

Ao lavar a louça: Na hora de lavar a louça, é preciso prestar atenção na postura. Vícios de posições erradas podem contribuir para dores e problemas na coluna. Para evitar tais incômodos, a pia deve ficar aproximadamente na altura do umbigo. Caso não seja possível, é necessário recorrer a um suporte para apoiar os pés e manter a coluna reta.

Ao passar roupa: Passar roupa é uma atividade que força os ombros e a coluna. Para evitar o problema e também possíveis dores, é preciso manter o tamanho da mesa de passar o mais confortável possível, além de deixá-la na altura adequada para a pessoa.

Ao estender a roupa no varal: Estender as roupas no varal faz com que a região cervical seja forçada e sobrecarregada. Para evitar problemas, o varal deve estar em uma altura compatível, ou seja, acessível aos braços, de modo que as mãos não ultrapassem a altura do ombro.

Ao agachar-se para amarrar o tênis antes do treino esportivo: O ideal é que, ao agachar-se, os joelhos sejam dobrados e a pessoa desça em direção ao chão com a coluna reta, evitando sobrecarregar a região lombar. Esta posição deve ser feita mesmo quando não se vai levantar peso. Evitar abaixar-se rapidamente e esticar-se para pegar algo é outra dica valiosa, pois este movimento pode levar a estiramentos, lesionando a coluna vertebral.

Por fim, não se esqueça que a dor na coluna de forma persistente, sem causa aparente, deve ser investigada por um especialista, pois quanto antes diagnosticada, melhor será tratada.

} ?>

Deixe o seu Comentário

dois × três =